Segunda-feira, 29 de Agosto de 2005

N.E.O.Q.E.T.A

velhinhos.jpg
</p> Os meus avós já estavam casados á mais de 50 anos e continuavam a jogar um jogo que tinham iniciado quando começaram a namorar.</p>A regra do jogo é que um tinha que escrever a palavra"NEOQETA"em qualquer lugar inesperado, para o outro encontrar, e assim que a encontra-se deveria escreve-la em outro lugar, e assim sucessivamente.</p>Eles revesavam-se deixando
"NEOQETA"por toda a casa, e assim que um a encontrava, era a sua vez de a esconder em outro local, para o outro a encontrar.</p> Eles escreviam "NEOQETA"com os dedos no açucar, dentro do açucareiro,ou no pote de farinha,para que o próximo que fosse cozinhar a encontra-se.</p> "NEOQETA"era escrita no vapor deixado no espelho, depois de um banho quente, onde a palavra iria reaparecer depois do próximo banho.</p>Uma vez a minha avó até desenrolou um rolo de papel higiénico para deixar "NEOQETA" na ultima folha e enrolou tudo de novo.</p>Não havia limites de onde "NEOQETA"pudesse surgir.</p>Pedacinhos de papel com "NEOQETA" no párabrisas do carro, bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos e deixados debaixo da almofada.</p>"NEOQETA"era escrita com os dedos na poeira sobre as prateleiras e nas cinzas da lareira.</p> Esta misteriosa palavra fazia tanto parte da casa dos meus avós como a mobilia...Levou bastante tempo para eu entender completamente este jogo e gostar dele.</p>O Amor dos meus avós era profundo e nunca duvidei dele, porém "NEOQETA" era mais que um jogo de diversão, era um modo de vida!</p>O relacionamento deles era baseado na devoção e numa afeição apaixonada,daquelas que nem todos têm a sorte de experimentar.Eles ficavam de mãos dadas sempre que podiam, roubavam beijos um do outro e conseguiam terminar a frase incompleta do outro.</p>Mas uma nuvém escura surgiu na vida dos meus avós.</p>O meu avô adoeceu...</p>E como sempre a minha avó esteve com ele a cada momento.Rezava no quarto pedindo a Deus para zelar pelo seu companheiro.</p>Mas aconteceu o que todos temiamos: o avô partiu...</p>"NEOQETA"foi gravada na sua campa...</p> Aposto que a esta altura estarás a questionar-te:</p> O que significa "NEOQETA"?</p>Essa linda palavra quer dizer...</p> "NEOQETA"-Nunca Esqueças O Que Eu Te Amo
publicado por Gina Geadas às 18:55
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De nem sei a 18 de Dezembro de 2005 às 12:06
sxnmtyiuomnhjkquetaneokmkhouquemwmw


De nem sei a 16 de Dezembro de 2005 às 03:32
DIRIA QUETANEO


De margarida a 27 de Novembro de 2005 às 16:28
adorei a parte dedicada ao teu avo... tá linda... es mt pegada aos avós assim como eu... mts felecidades e beijinho


De sofia a 27 de Novembro de 2005 às 16:25
adorei o teu blog.. estava de passage pelo da alexandra e reparei que deixaste la 1 blog pa visitar, eu decidi vistar.. ta mt interessante... mts beijinhux e mt força... bjinhux vanessa sofia


De soslayo a 7 de Novembro de 2005 às 23:39
Maria, coisas ternurentas dos nossos sempre imaginativos avós. Pois o Amor sempre existirá das mais variadas formas adequados aos tempos em que se vive. Ternura que nos enobrece a todos.


De nandwo a 31 de Agosto de 2005 às 20:02
é uma historia linda,pura como devia de ser o verdadeiro amor felicidades bjs.


De Acroman a 31 de Agosto de 2005 às 01:31
Gostei muito da história, é sempre belo poder ver testemunhos de um amor tão grande.
Muitas felicidades para o teu blog, adorei.
Jokas
http://coracaosolitario.blogs.sapo.pt/ (http://coracaosolitario.blogs.sapo.pt/)


De EU a 8 de Agosto de 2008 às 23:54
que eu saiba é "NUNCA ESQUEÇAS O QUANTO EU TE AMO!"


Comentar post

Sobre Mim...

pesquisar

 

Silêncios Recentes

...

O Diamante

Par de Asas

Para-Olimpíadas

Uma marca na tábua

Quero ser um televisor...

O Colar

empresa

A Sabedoria da Borbole...

Olá Jesus! É o Zé!

A Balança

Valor da Amizade

Silêncios Arquivados

Abril 2017

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

blogs SAPO

subscrever feeds