Domingo, 19 de Março de 2006

19 de Março - Dia do Pai

Entre Pai e filho, não há maior abismo do que o silêncio.</p>Ser Pai é a arte de educar os filhos sem os humilhar...</p>Um beijo para todos..

velho-de-bengala.jpg


Amado Filho</p>
Espero que o dia em que este velho não seja mais o mesmo, tenhas paciência e me compreendas.
E quando deixar cair comida sobre a minha camisa e esquecer como se faz o laço no atacador do meu sapato, tenhas paciência comigo e lembra-te das horas que passei ensinando-te essas mesmas coisas.
Se quando conversares comigo eu repetir as mesmas histórias, não me interrompas e escuta-me.Quando eras pequeno, para que dormisses, tive de contar milhares de vezes as mesmas historias até tu fechares os teus olhinhos.
Quando estivermos reunido e sem querer fizer as minhas necessidades, não fiques com vergonha.Espero que compreendas que não tenho culpa disso, pois já não as posso controlar. Pensa quantas vezes pacientemente, troquei as tuas roupas para que tivesses sempre limpo e cheiroso.
Lembra-te que fui eu quem te ensinou tanta coisa...Comer , vestir e como enfrentar a vida tão bem como hoje o fazes. Isso é o resultado do meu esforço e da minha perseverança.
Se em algum momento quando conversarmos eu esquecer-me do que estavamos a falar, tem paciência comigo e ajuda-me a lembrar.Talvez a unica coisa importante para mim naquele momento, seja o facto de te ver perto de mim e dando-me atenção e não o que falávamos.
Se alguma vez eu não quiser comer,espero que saibas insistir com carinho assim como fiz contigo.
Espero que compreendas que com o tempo não terei dentes fortes nem agilidade para engolir.
E quando as minhas pernas falharem por estarem tão cansadas e eu não conseguir mais equilibrar-me...Com ternura dás-me a tua mão para me apoiar, como eu o fiz quando começas-te a caminhar com as tuas perninhas tão frageis.
Se algum dia me ouvires dizer que não quero mais viver, não te aborreças comigo.Algum dia entenderás que isto não tem a ver com o teu carinho ou com quanto te amo.
Espero que compreendas que é dificill ver a vida abandonando aos poucos o meu corpo, e que é duro admitir que já não tenho o mesmo vigor para correr ao teu lado.
Sempre quis o melhor para ti, e sempre me esforcei para que o teu mundo fosse sempre mais confortavel, mais belo, mais florido.
E até quando eu me for,construirei para ti outra rota em outro tempo mas estarei sempre contigo e zelando por ti.
Não te sintas triste ou impotente por me veres assim.
Não me olhes com cara de dó.Dá-me apenas o teu coração.Compreende-me e apoia-me, como eu fiz quando começaste a viver. Isso me dará forças e muita coragem.
Da mesma maneira que te acompanhei no inicio da tua jornada, peço-te que me acompanhes para terminar a minha.
Trata-me com amor e paciência, e eu te devolverei sorrisos e gratidão, com imenso amor que sempre tive por ti ...</p>


Atenciosamente

do teu Velho
publicado por Gina Geadas às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 6 de Março de 2006

8 de Março - Dia da Mulher

"Somos mulheres das palavras que não pronunciamos, mas somos escravas das que nos escapam!"</p> Um beijo para todos </p>menina mulher.jpg





Num Bairro de lata um camião descarregou duzentos tijolos de oito furos na rua,junto à casa do comprador.

O dono da casa aliciava alguns meninos para ajudar a carregar os tijolos até o local da obra, quando foi procurado por três meninas.
Uma de onze anos, outra de nove e a mais pequenina de seis anos apenas.

Elas queriam carregar os tijolos, pois assim ganhavam algum dinheiro para matar a fome naquele dia frio.</p>Relutante em aceitar o trabalho das meninas, o proprietário perguntou-lhes porque queriam elas carregar os tijolos.</p>A mais velhinha respondeu firmemente:
- Se os meninos podem fazer, nós também podemos.Nós somos iguais e um tijolo não é assim tão pesado.</p>

O dono não resistiu ao argumento. </p>

Durante um dia inteiro, a mais velha com quatro deles de cada vez, a do meio com três e a menor com um apenas.</p>

Houve curiosidade...</p>

Os meninos ficaram por perto,alguns arriscaram-se a fazer piadinhas sobre elas,mas as meninas mantiveram-se firmes no seu trabalho, finjindo não ouvir as provocações, fossem elas de quem fossem.</p>

No fim da tarde, com o trabalho terminado a mais velha recebeu o pagamento e a agarrando as mãozinhas das suas irmãs disse:</p>

- Foi muito dificil e os tijolos eram pesados, mas conseguimos provar que uma mulher também é gente.
publicado por Gina Geadas às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Sobre Mim...

pesquisar

 

Silêncios Recentes

familia

amo-te?

3 passarinhos

...

O Diamante

Par de Asas

Para-Olimpíadas

Uma marca na tábua

Quero ser um televisor...

O Colar

empresa

A Sabedoria da Borbole...

Silêncios Arquivados

Setembro 2017

Abril 2017

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

blogs SAPO

subscrever feeds