Sexta-feira, 11 de Novembro de 2005

Pedido de uma filha...

Quantos de nós, tivemos momentos na nossa adolescência, em que nos sentimos o ser mais incompreendido??</p>Consideravamos que não confiavam ou acreditavam em nós, e muitas vezes dissemos a nós mesmos ...</p>"- Nunca vou ser assim para os meus filhos!"</p>O tempo passa, e damos por nós a dizer-lhes, as mesmas frases, as mesmas expressões e provavelmente até a fazer os mesmos erros dos nossos pais.</p>Prova disso... é que o mais natural, era esta carta pertencer á nossa adolescência, porque nos identificamos com ela...</p>Mas também ela se identificará com a adolescência dos nossos filhos...</p> Um beijo para todos </p>
carta de uma filha.bmp


Não tenham medo de ser firmes comigo, prefiro assim, isso faz com que eu sinta segurança.</p> Não me estraguem. Sei que não devo ter tudo o que peço, no fundo só vos estou a experimentar.</p> Não deixem que eu adquira maus hábitos, dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.</p> Não me corrijam com raiva e nem na presença de estranhos. Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.</p> Não me protejam das conseqüências dos meus erros, às vezes eu preciso aprender pelo caminho mais áspero.</p> Não levem muito a sério as minhas pequenas dores, necessito delas para obter a atenção que desejo.</p> Não me façam promessas que não poderão cumprir depois. Lembrem-se que isso me deixará profundamente desapontada.</p> Não ponham á prova a minha honestidade, sou facilmente tentada a dizer mentiras.</p> Não me mostrem um Deus carrancudo, isso afastar-me-á D´Ele.</p>
Não digam que não conseguem controlar-me, ou julgarei que sou mais forte que vocês.</p> Não desconversem quando eu fizer perguntas, senão eu procurarei na rua as respostas que não tive em casa.</p> Não se mostrem para mim como pessoas perfeitas e infalíveis, porque ficarei extremamente chocada quando descobrir algum erro de vocês.</p> Não desistam nunca de ensinar-me o bem, mesmo que eu pareça não estar a aprender.</p> Não vivam apontando os defeitos dos outros porque isso criará em mim, desde cedo, um espírito intolerante.</p> Não me tratem como uma pessoa sem personalidade. Lembrem-se que eu tenho a minha própria maneira de ser.</p>
E principalmente, confiem e acreditem em mim...
publicado por Gina Geadas às 17:43
link do post | comentar | favorito
36 comentários:
De humberto a 23 de Setembro de 2007 às 23:01
para comecar nem sei o que escrever fiquei de boca aberta com tudo o que acabo de ler os meus parabens por este rico ou riquissimo momento valeu a pena ler mas acima de tudo ter-te nsconhecido a vida é muito complicada e tu tens uma força espetacular ,continua ,vai em frente eu estou por cá


De lexy_marie a 27 de Novembro de 2005 às 20:14
ola =)
brigada pelo teu coment gostei mto ;) o teu blog ta xelente
adorei =)
gostei muito do teu comentario obrigada por passares no emu cantinho =)
gostava de te adicionar no meu blog como amiga mas nao sei como faze-lo =X
sou nova nisto e nao pesco nada lool
axas ke me podias ajudar?
fico a espera de noticias tuas =}
beijinhos
*******


De Moon Girl a 19 de Novembro de 2005 às 16:56
Olá, é a primeira vez que visito o teu cantinho e digo-te sinceramente: ADOREI, todo o teu blog é lindo, os teus textos, as imagens, toda a tua criatividade. Parabéns. Continua assim que mais vezes cá virei. Beijinhos.


De Rita a 18 de Novembro de 2005 às 19:24
Ola Maria!!!
Fikei contente pela tua visita ao meu blog, e ver ja o meu Selinho aki :), eu já trokei o teu, ja levei o novo, e fica mto giro!!!
Gostei mto deste texto, tem mto sentimento, e educar um filho nao deve ser tarefa fácil..vejo pelos meus pais!! :/
Abraço e Bom fim de semana?


De J a 18 de Novembro de 2005 às 17:20
oie..passando aqui pra te ler..matar as saudades e te desejar um lindo fim de semana..cheio de coisas boas..alegres..e muito amor..beijos


De Blue.Bird a 17 de Novembro de 2005 às 19:30
adorei o teu blog, está o máximo, parabens, é claro que tb gostaria de ter um assim, mas sou leigo e apenas sei colocar escritos e uma ou outra imagem, tinhas por lá passado e deixaste um comentário numa postagem minha, mas não sei que aconteceu e as postagens desapareceram assim como teu comentário... adorei o teu. Tudo de bom :)


De Isa a 17 de Novembro de 2005 às 11:37
Lindo, lindo o teu cantinho, onde nos transmite muita paz.
Gostei muito do texto.
Beijos


De Pedra da Lua a 16 de Novembro de 2005 às 09:47
Olá! Convidaste e eu apareci :) eu não recuso convite nenhummmmmm desde que tenha comida :P Agora a falar a sério este teu cantinho está bastante acolhedor e transmite calmal, nao sei bem pq mas nao é como os outros blogs atafulhados de coisas e q nos deixam meio perdidas... Adorei! Quanto ao texto axo q é mt apropiado, é bem verdade q os pais estragam os filhos e mais tarde reparam q os filhos nao sao boas pessoas e continuam sem perceber q a culta tb é deles proprios, infelizmente isto é uma realidade constante mas acredito q pelo menos servirá de exemplo para quem tenha consciencia d q isso está mal e é normal repetirmos um erro ou outro mas se por sorte ou por azar tivermos passado por isso algum dia, certamente nos corrigiremos e espermos q a tempo. Jinhos e nao deixes de aparecer.


De nexinha a 15 de Novembro de 2005 às 23:42
olá querida amiga,espero que esteja tudo bem contigo.
vejo que continuas a postar belos textos no teu bloginho!
já coloquei o teu novo selinho no meu blog,tambem gostava de fazer um para mim,será que me podias dár umas dicas?
bigada amiga!
beijinhos
PS:gostava de puder falar melhor ctg...tens msn?


De enzy a 15 de Novembro de 2005 às 22:02
fantastico. nao sou mae mas tenho uma mana pequenita. ela é a minha razão de viver. nós pensamos que as coisas serão sempre como pretendemos, mas o destino entra pela porta da nossa vida sem dar explicação e quem fica sem perceber nada somos nós. mas somos assim e conseguimos ser felizes (ou p'lo menos fazemos por isso). jokas


Comentar post

Sobre Mim...

pesquisar

 

Silêncios Recentes

...

O Diamante

Par de Asas

Para-Olimpíadas

Uma marca na tábua

Quero ser um televisor...

O Colar

empresa

A Sabedoria da Borbole...

Olá Jesus! É o Zé!

A Balança

Valor da Amizade

Silêncios Arquivados

Abril 2017

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

blogs SAPO

subscrever feeds