Domingo, 18 de Setembro de 2005

O Céu e o Inferno

"A inter-ajuda entre as pessoas é dos actos que considero mais bonitos, mas infelizmente não é um acto que seja posto em prática no dia a dia.</p>Senão,responde para ti próprio.</p>Quando foi a ultima vez que ajudas-te alguém?</p>Como o tempo passa, não é??...."</p> Um beijo para todos

ceu inferno.jpg
</p>

Dizem que um dia Deus convidou um homem para conhecer o Céu e o Inferno. Foram primeiro ao Inferno.
</p>Ao abrirem a porta, viram uma sala, e no centro um grande caldeirão, onde se cozinhava uma suculenta sopa. Em volta dele, estavam sentadas pessoas famintas e desesperadas.
</p> Cada uma delas segurava uma colher de cabo tão comprido que lhes permitia alcançar o caldeirão, mas não as suas próprias bocas.
</p> O sofrimento era imenso.
</p>Em seguida Deus levou o homem para conhecer o Céu.
</p> Entraram numa sala idêntica á primeira. Havia o mesmo caldeirão,as pessoas em volta e as colheres de cabo comprido. A diferença é que todos estavam saciados.
</p> - Eu não compreendo! - disse o homem
</p> - Porque é que aqui as pessoas estão felizes, enquanto na outra sala morrem de aflição,se é tudo igual?
</p>Deus sorriu e respondeu:
</p>- Ainda não percebeste? É porque aqui eles aprenderam a dar de comida uns aos outros.
publicado por Gina Geadas às 14:43
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Ilda Matos a 11 de Outubro de 2005 às 15:26
Pois é...De facto se cada um de nós desse um pouco de amor, carinho, bondade,com toda a certeza todos viveriamos num mundo melhor, sem inveja, hipocresia, falsidade, enfim...Mas nem toda a gente pensa da mesma maneira e como tal vivemos num mundo que cada vez mais se está a tornar num " salve-se quem puder " da minha parte e quem me conhece sabe que pode sempre contar comigo para o que der e vier, eu sou a primeira a tirar a camisola para dar ao próximo, mas acreditem não é por isso que a minha vida tem sido melhor, pois o mundo é dos espertos e não dos bondosos como eu...Mas nem assim vou deixar de ser quem sou e acreditar que de uma forma ou outra serei recompensada.Beijos para todos.


De meialua a 30 de Setembro de 2005 às 15:50
Oi, vim ver se havia novidades e desejar-te um bom fim de semana. Beijos*


De Acroman a 29 de Setembro de 2005 às 21:33
Olá amiga. Este texto é um optimo exemplo de toda a maldade e de toda inveja que circula pelo mundo fora. Eu dentro dos meus limites ajudo sempre que posso quem necessita de ajuda, seja virtualmente ou realmente. E sei que existem algumas pessoas assim como eu pelo mundo fora. Só tenho pena de sermos uma pequena minoria. Mas tenho a esperança de que um dia irei ver um mundo melhor, onde tenhamos todos aprendido a nos alimentar uns aos outros.... Beijos grandes


De Manefta a 24 de Setembro de 2005 às 16:43
Bom fim de semana, beijinhos


De meialua a 22 de Setembro de 2005 às 12:00
Uma história muito bonita e que reflecte nela que devemos sempre ser uns para os outros, só é triste que nem sempre toda a gente se lembre disso ;o)
Beijos com carinho*


De lua_sol a 22 de Setembro de 2005 às 10:35
Eu quase todos os dias ajudo alguém, pelo menos atraves da net. Na rua nem sempre sei qual a atitude que devo tomar visto poder estar a contribuir para que os vícios se aumentem. Acho que me expliquei. Desculpa só agora responder mas tenho andado umj pouco ocup+ada. Claro que podes fazer o link do meu blog, eu farei do teu. Beijinhos e bom fim de semana


De Manefta a 20 de Setembro de 2005 às 15:36
Que bonita lição, interessante o final. Sim de facto é verdade ...mas já é tão dificil ajudarmo-nos a nós proprios e á nossa familia, q torna-se complicado. Julgo que são nos pequenos actos, nas simpatias e sorrisos q damos de graça, que vamos fazendo a nossa missão de solidariedade.
um beijinho e obrigada pela visita.

p.s. sim claro, tenho muito gosto que tenhas gostado do meu blog, e podes linkar-me quando quiseres. bigada e beijinhos


De alfa69 a 19 de Setembro de 2005 às 12:40
O inferno vive-se aqui na terra, onde competimos por tudo e por nada, onde somos egocentricos e egoistas, onde nos fechamos sobre nós próprios e esquecemos os outros. O Céu, está para lá do horizonte, para lá da vida comoa conhecemos e pode não ser apenas um caldeirão, pode ser imenso como o oceano e doce como o mel.


De Eduardo a 19 de Setembro de 2005 às 00:03
Olá! linkei o seu sem pedir autorização, me desculpe, mais ficou muito honrado se vc linkar o meu. Um beijo.


De Cludia a 18 de Setembro de 2005 às 16:22
Peço imensa desculpa, não era Maria do Céu que queria pôr mas sim Cláudia, ela é minha irmã e como eu tenho os dois nomes associados, enganei-me. Desculpa!


Comentar post

Sobre Mim...

pesquisar

 

Silêncios Recentes

...

O Diamante

Par de Asas

Para-Olimpíadas

Uma marca na tábua

Quero ser um televisor...

O Colar

empresa

A Sabedoria da Borbole...

Olá Jesus! É o Zé!

A Balança

Valor da Amizade

Silêncios Arquivados

Abril 2017

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

blogs SAPO

subscrever feeds